Encontro Com a Palavra

A 2ª Carta de Paulo a Timóteo

Pr. Dick Woodward      sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

A segunda carta de Paulo a Timóteo é o último testamento do apóstolo Paulo.

De acordo com dados históricos, depois que foi solto da prisão em Roma pela primeira vez, Paulo fez uma viagem missionária para a Espanha e retornou para Éfeso.

De Éfeso, partiu para Trôade.

Quando ele estava em Trôade, Nero, Imperador Romano, incendiou a cidade de Roma e incriminou os discípulos de Jesus Cristo pela tragédia.

Depois disso, todos os seguidores de Cristo no Império Romano foram declarados fugitivos da lei e passaram a ser tratados com crueldade, não apenas pelo governo romano, mas também pelos cidadãos romanos.

Pedro e Paulo foram considerados inimigos públicos número um e foram novamente presos.

Pela maneira como Paulo foi preso, era óbvio que ele não sobreviveria a mais este aprisionamento.

Quando escreveu sua segunda carta a Timóteo, ele sabia que em breve seria executado.

Se hoje você pudesse visitar a prisão onde Paulo ficou em Roma poderia entender melhor o peso de suas palavras nesta carta.

Acredita-se que ele tenha sido mantido no porão da prisão, acorrentando e submetido a constantes torturas.

Essa masmorra tinha um cheiro nauseante, reservado para os piores criminosos de Roma; era um lugar horrível.

Diante dessas condições, fica quase impossível imaginar como Paulo conseguiu escrever essa carta e enviá-la a Timóteo.

Aparentemente, todos o tinham abandonado, com exceção do velho Onesíforo e do amado médico, Lucas.

Talvez tenha sido um desses dois homens que conseguiu levar a carta para fora da prisão.

Provavelmente Paulo contou com a ajuda de alguém para escrevê-la enquanto ele ditava.

Ao ler essa última carta de Paulo, tenha em mente o contexto tenebroso no qual ele se encontrava. “Por essa razão, torno a lembrar-lhe que mantenha viva a chama do dom de Deus que está em você mediante a imposição das minhas mãos.” (II Timóteo 1:6)

Paulo deixou transparecer para nós algumas características de Timóteo. Provavelmente ele era uma pessoa tímida, que tinha dificuldade para se relacionar com os outros.

Paulo dá a impressão de que algo sobrenatural aconteceu por ocasião da ordenação de Timóteo, quando ele recebeu a imposição de mãos e oração pelo seu ministério.

“...mantenha viva a chama do dom de Deus que está em você mediante a imposição das minhas mãos.

Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio.

Portanto, não se envergonhe de testemunhar do Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro dele, mas suporte comigo os sofrimentos pelo evangelho, segundo o poder de Deus”. (II Timóteo 1:6-8)

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...


Últimos Artigos

Apocalipse Agora

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Enfoque Sua Fé

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Deus em Primeiro Lugar

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Limpe Tudo Antes e Depois!

quarta-feira, 13 de novembro de 2019