Encontro Com a Palavra

A Carta de Paulo aos Gálatas

Pr. Dick Woodward      segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

A carta de Paulo aos gálatas é diferente de todas as outras que vimos até agora. Esta carta é mais emocional.

Na verdade quando Paulo a escreveu estava com raiva! Para sermos mais exatos, ele estava indignado.

Quando Paulo escrevia suas cartas às igrejas procurava tratar dos problemas que elas estavam enfrentando.

Mas nesta carta Paulo estava particularmente muito bravo.

Ele escreveu para tratar de um problema muito mais sério do que o pecado dos coríntios.

O Evangelho Apóstata

Quando lemos a carta aos gálatas entendemos o que estava acontecendo com aqueles cristãos.

Depois de lhes ter sido pregado o evangelho da salvação que é pela graça, por meio da fé, e nada mais do que isso, os judeus messiânicos, líderes da igreja, continuaram o trabalho junto aos novos convertidos confirmando as verdades que Paulo tinha ensinado.

No entanto, estes lideres judeus diziam também que era necessário que eles se circuncidassem e cumprissem toda Lei de Moisés para serem salvos.

Na verdade eles estavam tentando transformar aqueles discípulos gentios em judeus.

O Evangelho Absoluto

Quando Paulo soube que os cristãos da Galácia estavam sendo circuncidados, escreveu esta carta.

Depois de uma introdução rápida e seca ele escreveu: “Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho que, na realidade, não é o evangelho.

O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo.

Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado!

Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado!” (Gálatas 1: 6-9)

O que Paulo disse nesta carta foi muito forte.

Em outras palavras, ele disse o seguinte: “existe apenas um Evangelho, o Evangelho que preguei a vocês.

O que agora está sendo anunciado para vocês é uma perversão do Evangelho que preguei”.

Paulo estava se referindo a apostasia, também mencionada no Livro de Juizes e nos Livros da Lei. (Deuteronômio 13)

O significado da palavra “apostasia” é “distanciar-se da fé ou abandonar a fé”.

Paulo via a apostasia como um câncer espiritual, muito mais prejudicial do que o que estava acontecendo na igreja de Corinto.

Por isso ele combate com tanta ênfase esse evangelho apóstata com o Evangelho Absoluto que já tinha sido anunciado.

Essa carta tornou-se o estatuto do Evangelho da Graça pregado por Paulo.

As cartas aos Coríntios, aos Romanos e aos Gálatas, escritas por Paulo, são uma declaração do Evangelho de Jesus a ser proclamado por Sua Igreja, a toda criatura.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

O Evangelho Absoluto

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020