Encontro Com a Palavra

A Obra de Deus

Pr. Dick Woodward      quinta-feira, 23 de março de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Um autentico trabalho de Deus é constituído por verdadeiros crentes e seguidores de Cristo. Incrédulos não devem participar quando a obra de Deus é realizada.

Creio que uma das fraquezas da igreja de hoje resulta da mistura que há entre incrédulos e cristãos.

Muitos líderes de igrejas costumam engajar pessoas de prestígio na comunidade, usar o seu dinheiro ou o seu nome para obter benefício para seus projetos, sem se importar se são ou não cristãs.

Imagine um profissional incrédulo, cuja atividade exija que ele conheça muitas pessoas; por exemplo, um dentista que trabalhe com crianças.

Essa pessoa pode ter interesse em se tornar um professor de Escola Dominical, para ter a chance de conhecer outras crianças e seus respectivos pais.

A igreja deve tomar cuidado com isso e seguir o princípio que aprendemos no livro de Esdras.

Princípios Para Realizar a Obra de Deus

Já vimos os cinco primeiros princípios para a realização da obra de Deus no ultimo estudo.

Agora vamos dar continuidade a este assunto e abordar outros princípios para realizar a obra de Deus.

7º Princípio: Deus, que é a força motriz da Sua obra, que a conduz e provê tudo que é necessário para a sua realização, vai superar e vencer qualquer obstáculo que se oponha a ela.

Isto deve servir de encorajamento e esperança para os servos do Senhor em todo mundo que dia-a-dia lutam contra os obstáculos que se levantam.

O mesmo Deus de Esdras e Neemias que venceu os obstáculos daquele tempo vence os obstáculos que hoje se levantam contra sua obra (Esdras 6:6-8).

O rei Artaxerxes recebeu a notícia que os judeus, que historicamente já tinham sido rebeldes com outros reis, estavam se rebelando, e por isso não era prudente que lhes fosse permitido reconstruir o templo (Esdras 4:11-16).

Mas quando outro rei chamado Dario tomou conhecimento dos rolos que informavam que Ciro emitira um decreto e fornecera material para que o povo reconstruísse o templo, ele escreveu:

“Não interrompais a obra desta Casa de Deus, para que o governador dos judeus e os seus anciãos reedifiquem a Casa de Deus no seu lugar. Também por mim se decreta o que haveis de fazer a estes anciãos dos judeus, para que reedifiquem esta Casa de Deus, a saber, que da tesouraria real, isto é, dos tributos de além do rio, se pague, pontualmente, a despesa a estes homens, para que não se interrompa a obra” (Esdras 6:7-8).

Deus venceu mais um obstáculo e a Sua obra foi cumprida.

8º Princípio: os expectadores pagãos serão salvos ao observarem a obra de Deus sendo executada através do Seu povo.

Eles vêem Deus trabalhando através de nós, simples vasos de barro usados por Deus, e acabam compreendendo que é uma obra de Deus.

Em Esdras 6:21-22 lemos que alguns dos grupos pagãos que estavam em Judá, ao participarem da comemoração da Páscoa dos Judeus, desistiram dos seus costumes imorais e passaram a adorar o Senhor.

Isso é diferente de incrédulos que se envolvem com a obra de Deus.

Quando alguém é salvo, passa a pertencer ao povo de Deus e se torna Seu instrumento no cumprimento da Sua obra.

9º Princípio: todos os envolvidos como líder na obra de Deus descobrirão essa obra revelada na própria Palavra. Mais uma vez Esdras se destaca como exemplo.

Ele determinou em seu coração estudar e obedecer a Palavra de Deus e depois ensinar os estatutos e juízos revelados na Palavra.

A obra que Deus tinha para Esdras era implementar um ministério de ensino por ocasião da reconstrução do templo.

10º Princípio: depois que a obra de Deus é realizada,

Ele pode permitir que alguns líderes caiam, para que fique manifesto que toda realização foi de Deus.

Infelizmente isso tem acontecido com certa freqüência entre grandes homens de Deus. Tanto no livro de Esdras como no de Neemias lemos que depois que a obra de reconstrução foi concluída, o povo se desviou.

Esse povo tinha adquirido costumes dos povos pagãos que estavam vivendo naquela terra.

Deus quer mostrar que Ele foi a fonte da obra e não os homens que estavam envolvidos nela.

Outra razão para a queda de um líder está na ação de Satanás, e isso está expresso no 11º princípio.

Depois que alguém realiza uma obra Satanás procura desacreditar essa pessoa que trabalhou como vaso de Deus.

Estes são alguns dos princípios sobre a obra de Deus encontrados no Livro de Esdras.

Finalizando, eu gostaria de enfatizar a lição que aprendemos com esse livro: “O plano de Deus é usar o poder de Deus no povo de Deus para cumprir os propósitos de Deus de acordo com o plano de Deus”.

Você faz parte do povo de Deus?

Você tem consciência de que é um instrumento do poder de Deus?

Você sabe que o propósito do poder de Deus em você é que a obra d’Ele seja realizada, através de você, de acordo com os planos d’Ele?

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...


Últimos Artigos

O Primeiro Programa de Entrevista

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Hu-hum ou Naum?

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

A Solução Final de Deus

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

O Profeta Político

segunda-feira, 4 de novembro de 2019