Encontro Com a Palavra

A Profecia de Malaquias

Pr. Dick Woodward      segunda-feira, 19 de junho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Temos presenciado inúmeros casos de líderes espirituais fracassados moral e espiritualmente.

O livro do profeta Malaquias, último livro do Velho Testamento, tem uma mensagem para esses líderes.

Oséias foi muito sábio em uma das observações que fez: “Como é o povo, assim é o sacerdote” (Oséias 4:9)

É por isso que a queda de um líder espiritual tem efeito devastador sobre o povo de Deus, sobre Sua obra e confunde a Glória de Deus.

Malaquias descreve os passos para a queda de um líder espiritual.

O seu propósito é mostrar para aqueles que são líderes do povo de Deus como eles podem se prevenir contra esse processo mortal e como podem também restaurar os seus relacionamentos com Deus depois de caírem.

Malaquias surgiu no cenário profético depois de Ageu e Zacarias. Cerca de cem anos depois de Zacarias, e dez anos depois de Neemias.

A situação que ele enfrentou era a mesma que Neemias tinha enfrentado: casamentos desastrosos em grande escala, imoralidade e corrupção entre os sacerdotes (Neemias 13:23-25)

Malaquias juntou-se a outros profetas abordando esses problemas entre os sacerdotes e dirigiu grande parte de sua mensagem àqueles que eram pastores, líderes espirituais do povo de Judá.

Esse corajoso profeta acusou os sacerdotes de deixarem os caminhos de Deus, de não lhe obedecerem e de levarem muitos ao pecado através de seus conselhos que nada tinham a ver com os padrões de Deus.

Conforme Malaquias, o comportamento desses sacerdotes era vergonhoso.

Seus ministérios eram uma imitação grotesca do que deveria ser o ministério de um verdadeiro sacerdote (2:7-9)

Malaquias foi profeta numa época em que o povo de Deus possuía uma forma de religião vazia, sem um relacionamento verdadeiro com Deus.

Espiritualmente eles eram frios e apáticos, e afligiam aqueles que eram profetas verdadeiros.

A profecia de Malaquias serviu como alerta para os líderes espirituais do povo de Judá, que poderiam ser comparados a vidas vazias ambulantes, corpos sem vida verdadeira.

O último profeta do Velho Testamento não pregou sobre suas visões, como fez Zacarias ou como Ageu, que desafiou o povo a construir o templo de Deus.

Em Malaquias havia uma mensagem para que o povo tivesse um relacionamento verdadeiro de amor com Deus.

Mas os sacerdotes e o povo de Judá não estavam interessados em conhecer nem amar a Deus.

Assim como Oséias, o conceito de Malaquias era que o povo estava cometendo adultério espiritual com esse mundo, contra Deus.

Quando o Cristo vivo e ressurreto escreveu uma carta à primeira geração da igreja na cidade de Éfeso, Ele os repreendeu por terem “deixado o seu primeiro amor” (Apocalipse 2:4)

O impedimento à realização da obra de Deus, abordado por esse profeta, estava no fato do povo de Judá, e principalmente os sacerdotes, terem deixado o seu primeiro amor; terem desprezado seu relacionamento com Deus, e estarem vivendo em pecado.

Ele começa sua profecia com essas palavras: “Uma advertência: a palavra do Senhor contra Israel, por meio de Malaquias. "Eu sempre os amei...” (1:1,2)

Muitas pessoas acham que só o Novo Testamento, e principalmente o Sermão do Monte, fala sobre o amor de Deus, não esperam encontrar nada sobre o conceito do amor de Deus nos livros proféticos.

O amor de Deus é, na verdade, o tema dos escritos proféticos dos Livros de Lamentações, Jeremias, Oséias, Jonas e Malaquias.

De acordo com esses homens de Deus do Velho Testamento, o povo de Deus era amado com um amor que não era conquistado através de bom comportamento e também não era perdido por causa de um desempenho reprovável.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...


Últimos Artigos

Apocalipse Agora

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Enfoque Sua Fé

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Deus em Primeiro Lugar

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Limpe Tudo Antes e Depois!

quarta-feira, 13 de novembro de 2019