Encontro Com a Palavra

A Profecia de Naum (Parte 2)

Pr. Dick Woodward      terça-feira, 6 de junho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Naum Descreve a Destruição de Nínive (capítulo 2)

No segundo capítulo do Livro de Naum, ele descreveu a queda da cidade de Nínive, com muitos detalhes, citando, inclusive, a cor do uniforme do exército inimigo, o reflexo do sol em seus escudos.

Descreve ainda o avanço das carruagens e os homens nas ruas tentando escapar, os soldados deixando a cidade e o país, sem mesmo olhar para trás. A cidade rainha sendo despida e levada em cativeiro:

“Os corações se derretem, os joelhos vacilam, todos os corpos tremem e o rosto de todos empalidece!” (V.10)

Essa descrição detalhada da invasão de Nínive mostrou para o Reino do Sul que Deus traria paz e conforto para sua terra através da destruição da capital dos seus inimigos.

Naum Defende a Destruição de Nínive (capítulo 3)

Naum fez uma lista das razões porque a ira de Deus estava sendo derramada sobre Nínive.

Ele acusou os ninivitas de derramar sangue, de mentir, de saquear cidades e de prostituir-se.

Os estudiosos da história antiga afirmam que os assírios deportavam o povo conquistado para outras terras com o objetivo de destruir o seu espírito nacionalista e, além disso, cometiam atrocidades contra os cativos.

Eles tinham a prática de tirar a pele dos cativos, com eles ainda vivos, e quando conquistavam uma cidade, matavam parte da população e amontoavam os crânios junto aos portões da cidade para aterrorizar os que tinham sobrevivido.

Todas as nações na terra tinham passado pelas crueldades dos assírios e como resposta de Deus à atrocidade desse povo ímpio, Naum pronunciou as seguintes palavras da parte do Senhor:

“Eu estou contra você”, declara o SENHOR dos Exércitos, “vou levantar o seu vestido até a altura do seu rosto. Mostrarei às nações a sua nudez e aos reinos, as suas vergonhas.” (3:5)

“Não há cura para a sua chaga; a sua ferida é mortal. Quem ouve notícias a seu respeito bate palmas pela sua queda, pois, quem não sofreu a sua crueldade sem limites?” (3:19)

A queda de Nínive seria um consolo para todas as nações que viviam sob o terror de suas atrocidades.

Naum Defende o Caráter de Deus

Esse pequeno livro possui um grande ensino sobre o amor e a ira de Deus.

No Livro de Hebreus, a palavra grega para ira de Deus tem o significado de “atravessar”.

A idéia é que o caráter essencial de Deus é o amor, mas há momentos em que a iniqüidade e a impiedade do povo levam Deus para o outro lado do seu caráter, que é a santidade e a justiça absoluta.

Nesse ponto, Ele “atravessa” do amor para a ira e o julgamento porque, no final, a iniqüidade não pode coexistir com a santidade de Deus.

Conheci a história de um homem muito bom, gentil e pai amoroso, que teve de ser contido por vários policiais quando, numa delegacia de polícia, foi colocado frente a frente com o homem que tinha estuprado e assassinado sua filha de sete anos.

O caráter daquele homem atravessou do lado do amor para o lado da ira. Será que o mesmo não pode acontecer com Deus?

Podemos dar a seguinte definição para a ira de Deus: “Uma atitude permanente, consistente e final, da absoluta santidade, em reação ao pecado e à iniqüidade”.

Também podemos assim definir a ira de Deus: “Uma reação devastadora do absoluto  Amor de Deus em relação àquilo que está destruindo o objeto desse amor”.

Nesse caso, o objeto do amor de Deus eram todas aquelas pessoas que os assírios estavam mutilando, entre elas os cativos do Reino de Israel.

Como povo de Deus, também podemos ter o consolo e a certeza de que nosso Deus, que é a essência do amor perfeito, por fim “atravessará” e expressará Sua ira em favor do seu povo oprimido.

Ele destruirá o ímpio através da absoluta e completa expressão da Sua santidade e justiça.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

A Tarefa do Ministro

segunda-feira, 2 de novembro de 2020