Encontro Com a Palavra

A Segunda Carta de Pedro

Pr. Dick Woodward      domingo, 26 de novembro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Ao escrever sua segunda carta Pedro sabia que o dia da sua morte estava próximo.

Da mesma forma que Paulo deixou seu testamento ao escrever sua segunda carta a Timóteo, Pedro compartilha suas últimas palavras nesta carta com as ovelhas do seu Senhor que ele havia pastoreado.

Uma vez ouvi um educador dizer que “a repetição é a base da educação”.

Sabendo que seus dias estavam contados, este velho pastor abre seu coração para algumas coisas que ele sabia que seus leitores já conheciam, mas que ele quis relembrar.

Pedro inicia sua segunda carta orando para que a graça e a paz nos sejam multiplicadas através do conhecimento de Deus e de Jesus Cristo nosso Senhor.

No versículo 3 Pedro lembra suas “ovelhas” de algo que provavelmente já havia dito várias vezes: “...Seu divino poder nos deu todas as coisas de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude.

Essas coisas que pertencem à vida e à piedade vêm até nós como resultado do nosso relacionamento com Deus e com Cristo.

De acordo com Pedro, essas são promessas preciosas e o seu cumprimento nos torna co-participantes da natureza divina.

Todos acreditam que o conhecimento é uma virtude.

Em relação às coisas espirituais, as Escrituras afirmam que aquilo que conhecemos dos profetas, de Jesus e do apóstolo Pedro, não é uma virtude, mas a aplicação desse conhecimento é uma virtude.

Observe que Pedro não diz: “acrescente à sua fé conhecimento”. Antes, ele escreve: “acrescentar à sua fé a virtude”. (II Pedro 1:5)

A virtude é a aplicação da fé que se acrescenta à bondade. Virtude é caráter.

Quando você consegue acrescentar a virtude ou o caráter de Cristo à sua fé, então, você associa conhecimento.

Por isso nossa ênfase deve estar na aplicação das Escrituras.

O importante é descobrir o que o texto bíblico está falando, o que ele quer dizer, o que significa para mim e como aplicar o texto em áreas práticas da minha vida.

É na aplicação prática da Bíblia que ela se torna força espiritual para nossas vidas.

De acordo com Pedro, você deve acrescentar à fé virtude e à virtude conhecimento.

Pedro continua dizendo: “ao conhecimento o domínio próprio; ao domínio próprio a perseverança; à perseverança a piedade; à piedade a fraternidade; e à fraternidade o amor.” (II Pedro 1:5-7)

Esta passagem sobre associações à fé representa uma das passagens mais importantes das Escrituras sobre o crescimento espiritual.

Estas são as promessas para os discípulos de Jesus que fizerem essas associações à sua fé: “Porque, se essas qualidades existirem e estiverem crescendo em suas vidas, elas impedirão que vocês, no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo, sejam inoperantes e improdutivos.

Todavia, se alguém não as tem, está cego, só vê o que está perto, esquecendo-se da purificação dos seus antigos pecados.

Portanto, irmãos, empenhem-se ainda mais para consolidar o chamado e a eleição de vocês, pois se agirem dessa forma, jamais tropeçarão”. (II Pedro 1:8-10)

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

A Tarefa do Ministro

segunda-feira, 2 de novembro de 2020