Encontro Com a Palavra

Alguém Que Surgiu do Nada

Pr. Dick Woodward      sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

A fim de entender o livro de Êxodo, precisamos entender o povo, o problema e o profeta.

O Livro de Êxodo conta a história do povo de Deus e como esse povo escapou da escravidão, sob a liderança de Moisés.

Três Mensagens Principais

Como já vimos, a palavra “êxodo” significa “saída”. Assim, a mensagem do Livro de Êxodo é a saída da escravidão para os filhos de Israel. Antes de tudo quero dizer que essa escravidão era uma realidade na vida daquele povo.

Do ponto de vista natural ela existiu literalmente, e a libertação dessa escravidão é um dos maiores milagres da Bíblia. É uma história pura e verdadeira. Como os fatos aconteceram e o que envolveu essa empolgante história é o primeiro enfoque desse livro.

Além de ser um livro histórico, Êxodo traz uma verdade a ser aplicada em nossas vidas.

A aplicação é: Nós também somos escravos. Não fazemos o que queremos fazer; fazemos o que temos de fazer. E se fazemos o que temos de fazer e não o que queremos fazer, é porque não somos livres. Se não somos livres, somos escravos e também precisamos de libertação dessa escravidão; libertação da escravidão do pecado.

A palavra salvação significa libertação do pecado; Libertação, não apenas da penalidade presente e futura, mas também do poder do pecado.

Nesse estudo do Livro de Êxodo também vamos enfocar o caráter do profeta Moisés. Quando observamos o caráter dos homens de Deus na Bíblia, Moisés se destaca de todos eles. Creio, sem nenhuma dúvida, que Moisés é o servo de Deus mais importante nas Escrituras.

Uma das razões que o faz tão importante é sua contribuição para a Palavra de Deus. Abraão foi o pai do povo de Deus, e como dissemos antes, Jacó deu o seu nome ao povo e José o salvou da fome.

Vamos refletir um pouco sobre a pessoa de Moisés e o que ele fez pelo povo.

O Livro de Êxodo relata a contribuição de Moisés para a obra de Deus.

A Contribuição de Moisés Para a Obra de Deus

Primeiramente Moisés deu liberdade àquele povo escravizado. A maioria de nós não sabe o que é ser escravo. O desejo que consome e domina aqueles que estão aprisionados é o de libertação.

Quando Moisés libertou o povo, proporcionou-lhes o que eles mais queriam, a liberdade.

Quando esse povo foi liberto, e emancipado, sua grande necessidade era um governo, ou um código de leis. No âmbito da dimensão espiritual o que Moisés deu ao povo de Deus foram dois valores imensuráveis: a Palavra de Deus e a forma de adorá-LO.

Uma das maneiras de ler a Bíblia desde o seu início, a partir do Livro de Gênesis é analisando seus personagens. Dessa forma fica fácil estudá-la. Mas no livro de Êxodo, devido ao seu conteúdo, o estudo muda um pouco, porque o assunto nele abordado é a história da libertação de um povo, da escravidão imposta pelo Egito.

Quando chegamos ao Livro de Levítico, o ritmo da narrativa muda, a leitura torna-se mais difícil de acompanhar, e muitos desistem de ler a Bíblia.

O livro de Levítico pode ser considerado um manual, estando aí a dificuldade de estudá-lo. Entretanto quando entendemos o seu propósito, passamos a achar o livro empolgante.

Uma parte do Livro de Êxodo e todo o Livro de Levítico são manuais de adoração.

Por nós mesmos, não saberíamos como adorar. Assim como os discípulos precisaram pedir que Jesus os ensinasse a orar, os israelitas, assim como cada um de nós, precisaram aprender a adorar.

Em algumas igrejas, no momento de adoração o ministro fica a maior parte do tempo voltado para o altar, de costas para o povo. Essa forma de adoração existente também em sinagogas judaicas tem suas raízes na forma de adoração instruída por Deus a Moisés na tenda de adoração.

É sob essa perspectiva que pretendemos estudar a vida de Moisés.

O grande problema do povo no Livro de Êxodo é a escravidão; e a solução para esse problema é a libertação. Deus chamou Moisés para ser o libertador dos filhos de Israel.

Aplicando o ensino do Livro de Êxodo como ilustração de libertação ou salvação, Moisés é uma das maiores figuras de libertador.

A História de Moisés A experiência mais importante que alguém pode ter é ser liberto do poder do pecado. A segunda maior experiência é se tornar um instrumento, através do qual outras pessoas sejam libertas.

Vamos considerar a vida de Moisés em três períodos de quarenta anos. Nos primeiros quarenta anos, a grande lição que Deus ensinou a Moisés foi: “Moisés, você não é ninguém!”. Devido a algumas circunstâncias, Moisés foi criado no palácio do Faraó (Êxodo 2:1-10).

Talvez por isso ele tenha se considerado alguém especial. Mas quando ele tinha aproximadamente quarenta anos, parece que Deus conseguiu convencê-lo de que ele não era ninguém.

A segunda lição que Deus ensinou a Moisés aconteceu nos quarenta anos seguintes de sua vida. Dessa vez a mensagem foi: “Moisés, você é alguém porque Eu o escolhi e Eu estou com você”.

A história é a seguinte: Um dia, quando Moisés tinha por volta de quarenta anos, foi observar os escravos hebreus, sabendo que ele próprio era um escravo hebreu. Nos versículos 11 e 12 de Êxodo lemos: Certo dia, sendo Moisés já adulto, foi ao lugar onde estavam os seus irmãos hebreus e descobriu como era pesado o trabalho que realizavam. Viu também um egípcio espancar um dos hebreus.
Correu o olhar por todos os lados e, não vendo ninguém, matou o egípcio e o escondeu na areia.
A idéia que essa passagem passa é que Moisés se compadeceu do seu povo e sentiu-se comovido por tudo que eles estavam passando.

Nesse momento, o que Deus teria dito a Moisés teria sido o seguinte: “Moisés, não é assim que você libertará esse povo. Vamos primeiro fazer um “Seminário” de quarenta anos e pensar sobre como libertá-lo dessa escravidão”.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do pastor Edson Bruno. Ouça e descubra verdades que lhes ajudarão no dia a dia.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

Padrões da Vida em Cristo

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

A Comunhão da Igreja no Evangelho

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Como ter um casamento saudável segundo a Bíblia?

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Trapos e Roupas

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020