Encontro Com a Palavra

As Regiões Celestiais em Cristo

Pr. Dick Woodward      terça-feira, 10 de outubro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Um esboço simples da carta de Paulo aos Efésios nos permitirá ter uma visão geral do seu conteúdo.

A palavra chave do capítulo primeiro é reflexão.

Neste capítulo Paulo oferece vários motivos para reflexão. Primeiro nós vamos refletir sobre a expressão “regiões celestiais”.

Paulo afirma que nas regiões celestiais temos acesso a toda sorte de benção espiritual de que precisamos para viver em Cristo.

Cristo vive nessa dimensão espiritual e você pode viver com Ele. No entanto, nem tudo da dimensão celestial é bom.

A expressão "regiões celestiais" refere-se ao mundo espiritual invisível, onde circulam, tanto o Espírito Santo como os espíritos maus.

Paulo afirma nesta carta que nossa batalha como cristãos é contra as forças espirituais negativas nos lugares celestiais.

De acordo com Paulo, a pessoa que vive em Cristo tem como derrotar os poderes malignos das trevas que existem no mundo espiritual ou regiões celestiais.

Reflita sobre o que Paulo fala no capítulo primeiro a respeito da soberania de Deus.

Nos versículos 1 a 6 encontramos declarações importantes relativas ao fato de Deus ter-nos escolhido antes da fundação do mundo.

Paulo afirma que Deus planejou a Igreja para ser o povo chamado para viver em santidade e ser Sua testemunha neste mundo.

Ainda neste capítulo Paulo fala a respeito do processo de salvação. Nos versículo 13 e 14 temos uma figura muito bonita sobre este assunto.

Ouvimos o Evangelho, cremos nesse Evangelho e somos selados pelo Espírito Santo. Tudo isso é a maneira de Deus dizer: “Esta é Minha possessão”.

Também devemos refletir sobre as orações de Paulo em favor dos efésios.

Uma dessas orações está no capítulo 1, versículos 15 a 23 e outra, no capítulo 3 versículos 14 a 21.

Através desses exemplos podemos concluir que Paulo tinha uma lista dos seus pedidos de oração e que ele era um guerreiro na intercessão.

Quando Paulo ficava sabendo que alguém tinha se convertido e que estava envolvido na obra de Jesus Cristo, ele passava a orar por aquela pessoa incessantemente.

Seria interessante comparar nossa lista de pedido de oração com a lista de Paulo.

Espiritualmente falando, oramos pelos perdedores; Paulo orava por aqueles que ele sabia que seriam vencedores para Jesus.

Ele orava para que essas pessoas recebessem o espírito de revelação no conhecimento de Deus.

Lembrem-se (Capitulo 2)

No capítulo dois a palavra chave é: “lembrem-se”.

Paulo já tinha ensinado muita coisa aos Efésios e agora estava recordando o que eles já tinham aprendido.

“lembre-se de como você era antes da conversão a Cristo e o que significou para você Ele ter entrado em sua vida”.

Como dissemos a palavra chave do capitulo 2 é “lembrem-se”. Agora a palavra chave unindo os capítulos 2 e 3 é “revelação”.

Quando Paulo era um fariseu, ele odiava Jesus Cristo e jamais imaginou que um dia Deus uniria judeus e não-judeus num só corpo, formando a Igreja de Jesus Cristo.

Segundo Paulo, este é o grande mistério de Deus.

Ore e peça ao Espírito Santo que dê a você relvelação e depois reflita sobre essa carta de Paulo aos Efésios.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

O Evangelho Absoluto

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020