Encontro Com a Palavra

Estudo da Epístola de Tiago

Pr. Dick Woodward      quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Nos programas anteriores aprendemos que Tiago estava interessado na fonte, na origem das questões mais importantes da vida.

Depois de falar da fonte das tribulações e da tentação também vimos que ele dessertou sobre a aparência das coisas.

Na sequência Tiago continua sua carta falando sobre religião falsa e verdadeira.

Quando os crentes não são praticantes da Palavra, produzem uma falsa religião.

A verdadeira religião obedece à Palavra de Deus, visitando as viúvas e os órfãos e vivendo em santidade.

Dois tipos de Fé

No segundo capitulo de sua carta, Tiago começa a escrever sobre a avaliação que fazemos dos outros baseados nos símbolos externos de status da pessoa.

Deus avalia as pessoas pelo que elas têm no coração. É o que lemos em I Samuel 16:7: “...O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração."

A seguir Tiago fala sobre a fé falsa e a fé verdadeira, uma das passagens mais controversas do Novo Testamento. (2:14-26)

É apenas aparente a contradição que parece haver entre a posição de Tiago e a de Paulo a respeito da importância da graça.

Jesus concordou com Tiago quando disse: “... Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!” (Mateus 7:20)

Tiago, concordando com o seu meio-irmão. Ele escreveu que as obras são os frutos que sempre crescem na árvore da fé.

Alguém já afirmou que “a fé sozinha salva, mas a fé que salva nunca está sozinha”.

Somos salvos somente pela fé, mas nossas obras provam quando nossa fé é autêntica, porque as obras sempre acompanham e validam a fé verdadeira.

Dois Tipos de Sabedoria

No capítulo 3 de sua carta Tiago enfoca as fontes das disciplinas espirituais que nos possibilitam andar na fé.

Ele afirma que para começarmos a praticar as disciplinas espirituais devemos aprender a dominar a língua.

A única maneira de fazer isso é entendendo o que significa “mansidão de sabedoria” mencionada por Tiago.

Você certamente está lembrado de que “ser manso” significa “ser domado”.

Antes de um cavalo ser domado, ele é um animal forte e selvagem. Depois de domado, ele continua forte, mas sua força está “sob controle”.

Assim, a expressão “mansidão de sabedoria” significa “sabedoria sob controle”.

Quando Deus lhe dá sabedoria, você precisa pedir ao Espírito Santo que lhe dê a graça e a disciplina necessárias para aplicar esta sabedoria.

Em outras palavras, você precisa submeter sua vida ao controle de Deus, da mesma forma que um cavalo se submete à cela e ao freio na sua boca, para ser controlado por aquele que o treinou.

Essa bonita expressão “mansidão de sabedoria” leva Tiago a escrever sobre a sabedoria.

Ele afirma que há dois tipos de sabedoria neste mundo. Uma vem do diabo e a outra de Deus.

Os frutos produzidos no “jardim” das nossas vidas identificam a fonte da nossa sabedoria.

Resumo

Tiago quer que entendamos quais são as fontes das forças que influenciam nossas vidas.

Não vem de Deus a tentação que nos leva a pecar e depois sofrer as conseqüências do pecado cometido.

Você pode ser levado pela Palavra de Deus a um relacionamento com Ele que o possibilite erguer-se acima dessas forças, cuja função é destruir espiritualmente alguém.

Tiago exorta a que cultivemos e experimentemos no jardim das nossas vidas, a sabedoria que vem de Deus, plantada pela Sua Palavra.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

Como estão divididos os livros da Bíblia?

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Os Modelos de Ordem Para a Igreja

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

A Cronologia do Retorno de Cristo!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Fatos sobre a volta de Jesus!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021