Encontro Com a Palavra

Exortações do Autor de Hebreus

Pr. Dick Woodward      sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Nos capítulos 3 e 4 o autor de Hebreus escreve essencialmente, o seguinte: “Se vocês puderem escutar a voz de Deus, mas não atentarem para ela, serão como aquele povo que andou em círculos no deserto durante 40 anos. Chegará o dia em que não ouvirão mais a voz de Deus.

Deus vai se afastar e vocês não poderão entrar na Terra Prometida de vida abundante do Cristo vivo, porque essa voz vai ficar cada vez mais baixa”.

No capítulo 5 o autor trata de uma questão muito difícil de ser compreendida. Ele quer mostrar que Jesus Cristo é melhor do que qualquer outro sacerdote que viveu.

Os judeus esperavam que o autor provasse que Jesus era um sacerdote da ordem de Arão ou Levi, mas, para começar ele afirma que Jesus é um sacerdote especial da ordem de Melquisedeque.

Nesse ponto o autor faz um parêntese e acrescenta: “A esse respeito temos muitas coisas que dizer e difíceis de explicar”.

Com este parêntese ele lamenta que eles não tivessem crescido no entendimento das Escrituras, a ponto de entender o que ele dizia a respeito de Melquisedeque.

Então ele define o tipo de dieta espiritual que eles precisavam para crescer espiritualmente. (Hebreus 5:11-14)

Quando você vai à igreja, seu pastor, que já digeriu um pouco mais de alimento espiritual das Escrituras, ensina o que ele digeriu.

Quando você bebe leite, está tomando um alimento pré-digerido destinado a crianças que ainda não desenvolveram toda capacidade do seu sistema digestivo.

Se tudo o que você recebe das Escrituras vem do seu pastor que já pré-digeriu aquele alimento quer dizer que você é um bebê espiritual.

Mas se você buscar sozinho as Escrituras, apenas você, o Espírito Santo e sua Bíblia, o Espírito Santo vai tirar da Bíblia o ensino para sua vida e você vai comer alimento espiritual com “sustância”, alimento espiritual nutritivo.

De acordo com o ensino do apóstolo João, o resultado de ser nascido de novo é Cristo ter entrado no seu coração e você ter recebido a unção do Espírito Santo.

João quer que você entenda isto, por isso escreveu: “... a unção que receberam dele permanece em vocês, e não precisam que alguém os ensine” (I João 2:27)

O capítulo 6 de Hebreus possui alguns versículos que há séculos têm perturbado almas devotas.

Confira o texto de Hebreus 6:4 a 12.

Alguns estudiosos acham que Esse texto está afirmando que é possível que crentes verdadeiros percam sua salvação.

Eu não concordo com essa afirmação.

O texto afirma: “... estamos convictos de coisas que são melhores em relação a vocês, coisas próprias da salvação”. (v.9)

Quando o autor usa palavras como “iluminados”, “provaram” e “participantes”, ele não está se referindo ao crente que experimentou a regeneração, ou “novo nascimento”.

Ele está falando da pessoa que está sendo atraída pelo Espírito Santo a ponto de experimentar ou participar de uma nova dimensão, mas que ainda não cruzou a linha da fé e do novo nascimento.

Eu gostaria de lembrá-los que um dos objetivos desse livro é exortar os judeus que já creram em Jesus Cristo a darem um passo definitivo de fé em Cristo.

O propósito da argumentação é desafiá-los a se posicionarem e sofrerem com Jesus Cristo; a firmarem um compromisso autêntico com seu Messias e depois terem a certeza da sua salvação.

Creio que este seja o objetivo desta exortação do capítulo 6 do Livro de Hebreus, uma exortação complexa.

Os versículos 4 a 6 do capítulo 6 de Hebreus devem ser interpretados dentro do contexto e do objetivo geral do livro.

De acordo com o autor, ele não estava falando daquilo que acompanha a salvação.

Toda exortação neste livro é dirigida a crentes professos, mas que ainda não nasceram de novo porque a fé salvadora que os leva a um compromisso com Jesus Cristo é muito pequena.

A advertência do autor é como se ele tivesse falando para aquele tipo de pessoa que vai ao shopping, entra em todas as lojas e sai sem comprar nada.

O seu alerta é mais ou menos “ou vai ou racha” ou “o ovo quebra com a cria ou fica podre”.

Usando a metáfora de Jesus, o autor de Hebreus quer que seus leitores nasçam de novo.

Ele defende seu ponto de vista dizendo que se eles tiverem nascido de novo, não perdem sua salvação.

Mas pode ser que ao invés de um novo nascimento, aconteça um “aborto espontâneo” ou natural.

Essas pessoas correm o risco de serem “abortadas” durante o período de “gestação”.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

A Tarefa do Ministro

segunda-feira, 2 de novembro de 2020