Encontro Com a Palavra

Introdução ao Novo testamento

Pr. Dick Woodward      sexta-feira, 23 de junho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Já estudamos os trinta e nove Livros do Velho Testamento, e agora está diante de nós o desafio de estudar os vinte e sete Livros do Novo Testamento.

Os sessenta e seis Livros da Bíblia são divididos em dez classificações diferente, baseado em seus conteúdos e não na data em que foram escritos.

No Velho Testamento temos cinco Livros da lei, doze Livros históricos seguidos de cinco Livros poéticos, e por fim se encerra com os dezessete Livros dos Profetas maiores e menores.

O Novo Testamento também é classificado de cinco maneiras.

Primeiro temos os quatro Evangelhos que são a biografia de Jesus Cristo, em seguida temos um livro histórico, o Livro de Atos, depois as doze ou treze cartas de Paulo.

Este numero depende da atribuição ou não da Epístola de Hebreus ao apostolo Paulo.

Em seguida temos as cartas gerais que foram escritas pro vários autores diferentes, e por fim um livro profético, O Livro de Apocalipse.

Na primeira parte desse estudo do Novo Testamento estudaremos quatro livros, os Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João.

Esses Livros são a parte mais importante das Escrituras, pois toda Bíblia converge para Jesus Cristo, e estes Livros são biografias de Jesus.

Em cada um destes Livros buscaremos as respostas as seguintes perguntas:

  • O que este autor quis dizer?
  • O que significa para mim o que ele escreveu?

Nosso objetivo não é o contexto nem os dados históricos que rodeiam o Livro, mas sim a resposta a estas perguntas.

Este é um estudo devocional e com aplicações pessoais para o dia a dia em nossas vidas.

Se você estudar a Bíblia procurando nada, você encontrara “nada”, mas se você a ler procurando algo, encontrará preciosidades que transformarão a sua vida.

Neste inicio de estudo do Novo Testamento lanço a vocês o mesmo desafio que o apostolo Paulo fez a Timóteo. “Estude a Palavra de Deus”.

Se você quer que este curso seja diferente de todos os outros cursos Bíblicos que você já fez, você deve se esforçar.

Leia os Livros do Novo Testamento, ouça os áudios e acompanhe os textos indicados no curso de maneira aplicada, sempre pedindo a Deus que Ele fale com você.

Estude com o objetivo de aprender e ensinar a outras pessoas o que você esta aprendo aqui!

O apostolo Paulo também escreveu em 2 Timóteo 2:2: ”E as coisas que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie a homens fiéis que sejam também capazes de ensinar a outros.”

A Chave das Escrituras

Depois que Jesus foi crucificado e ressuscitou de entre os mortos, Jesus teve uma conversa com os apóstolos.

Ele contou algo sobre as Escrituras que lhes abriu totalmente o entendimento da Palavra de Deus.

Apesar de terem ficado com Jesus durante três anos, eles ainda não tinham entendimento total das Escrituras. Mas o que foi que Jesus falou sobre as Escrituras que lhes abriu o entendimento da Palavra de Deus?

Ele lhes disse: "Como vocês custam a entender e como demoram a crer em tudo o que os profetas falaram! Não devia o Cristo sofrer estas coisas, para entrar na sua glória? "

E começando por Moisés e todos os profetas, explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras... Então lhes abriu o entendimento, para que pudessem compreender as Escrituras.” (Lucas 24:25-2744, 45)

Quando eles ouviram que toda Escritura era sobre o Cristo, pela primeira vez em suas vidas, os apóstolos a compreenderam.

É claro que Jesus estava se referindo ao Velho Testamento quando se referiu às Escrituras.

Jesus também falou o seguinte para os escribas e fariseus: “Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito; contudo, vocês não querem vir a mim para terem vida.” (João 5:39,40)

O escritor inglês, Oswaldo Chambers, achava que esses dois versículos são a chave de toda a Bíblia.

Nós jamais entenderemos a Bíblia se não compreendermos Jesus Cristo como seu tema principal, tanto do Velho, como do Novo Testamento.

A Bíblia não é mais um livro de história da civilização, nem se pretende que ela seja um livro de ciências sobre as origens. Antes de tudo, a Bíblia é um livro sobre a salvação e a redenção da humanidade.

O seu propósito é apresentar Jesus Cristo como nosso Salvador e Redentor e nos fornecer o contexto histórico no qual O Salvador e Redentor veio a este mundo.

Se os líderes religiosos tivessem tido ouvidos espirituais para ouvir Jesus, teriam recebido d’Ele a chave que lhes abriria o entendimento para as Escrituras do Velho Testamento.

Seus olhos também teriam sido abertos para ver o milagre do Messias ali de pé, bem na frente deles.

Aceitar a verdade pura e simples, de que toda a Bíblia fala sobre Jesus Cristo pode abrir nosso entendimento hoje a respeito do Velho e do Novo Testamento.

Esses quatro Evangelhos são os livros mais importantes da Bíblia porque toda a Bíblia gira em torno de Jesus Cristo, e esses quatro Evangelhos são as Biografias Inspiradas d’Ele.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...


Últimos Artigos

O Primeiro Programa de Entrevista

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Hu-hum ou Naum?

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

A Solução Final de Deus

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

O Profeta Político

segunda-feira, 4 de novembro de 2019