Encontro Com a Palavra

Introdução As Parábolas de Jesus

Pr. Dick Woodward      terça-feira, 18 de julho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Jesus disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor dos céus e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos, e as revelaste aos pequeninos.

Sim, Pai, pois assim foi do teu agrado. Todas as coisas me foram entregues por meu Pai.

Ninguém conhece o Filho a não ser o Pai, e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser revelar.

"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso.

Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.

Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". (Mateus 11:25-30)

A primeira parte dessa passagem faz parecer que a salvação é pré- determinada por Deus e depende exclusivamente d’Ele.

Deus é a força motriz, se Ele não estivesse nos procurando, nós nunca O encontrariamos.

A seguir Jesus toma outro caminho, Ele faz um convite; "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados”.

Observe que Jesus faz o convite a todos.

A chave para entender esse convite de Jesus está em entender o que significa julgo para Jesus e para aqueles que ouviram este convite.

É comum pensarmos no julgo como uma carga, um peso, mas, um julgo é uma ferramenta que possibilita movimentar a carga.

Se você està sobre-carregado com suas cargas essa palavra é para você. “A vida é feita de cargas”.

Nessa passagem Jesus ilustra a salvação como solução para todas as cargas da vida.

Ele mostrou que as cargas da vida podem ser leves. A chave para isto está no julgo de Jesus.

O Seu julgo é o seu ensino, Seu julgo é feito das disciplinas e dos valores que Ele ensina aos Seus discipulos.

Este lindo texto é um convite para a salvação e um alívio para as nossas cargas pesadas, além disso, é um convite para aceitar as disciplínas da vida que Jesus nos apresentou.

Parábolas de Jesus no Evangelho de Mateus

capítulo 13 de Mateus é o capítulo mais longo e com o maior número de parábolas desse Evangelho.

A palavra “parábola” vem do grego e da junção de outras duas: “para”, que significa ao lado de, e “ballo”, que significa “jogar”.

Uma parábola é uma estória “jogada ao lado de” uma verdade que alguém está tentando ensinar.

Jesus foi o Mestre absoluto das parábolas. Houve um período no Seu ministério em que Jesus ensinou exclusivamente por meio de parábolas.

Umas das razões é que Ele não corria o risco de ser preso por causa das “estórinhas” que contava e que as autoridades não entendiam.

Apenas aqueles que tinham sido ensinados pelo Espírito Santo é que as entendiam.

O Capítulo das Parábolas

Como estamos tendo uma visão panorâmica do Livro de Mateus, vou apresentar para vocês apenas o conceito de parábola e dar alguns exemplos das que Jesus ensinou.

As Parábolas do Tesouro Escondido e da Pérola (Mateus 13:44- 46)

Essa dupla de parábolas forma uma linda figura da alegria e do comprometimento total do Rei com o Seu Reino.

A mensagem delas para nós é: “se Jesus Cristo é alguma coisa para você, então Ele é tudo para você. Porque, ou Jesus é tudo para você, ou é nada”.

Somente veremos o reino do qual Jesus está falando, quando o enxergarmos como a coisa mais importante que já vimos.

O Reino do Céu merece um compromisso integral da nossa parte.

Essas duas parábolas ensinam que jamais entenderemos ou apreciaremos o reino até que estejamos dispostos a, com alegria, vender tudo o que temos e entregar tudo que somos para o Rei que governa esse reino.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Últimos Artigos

A Essência do Movimento Carismático

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

A Função da Unção

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Tudo Para Todos

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

O Manual do Casamento

segunda-feira, 5 de outubro de 2020