Encontro Com a Palavra

Livro de Miquéias (Parte 3)

Pr. Dick Woodward      sábado, 3 de junho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Estamos estudando o Livro de Miquéias, já vimos que ele foi um dos maiores pregadores entre os profetas, considerado no mesmo nível do profeta Isaías.

Miquéias foi muito citado, inclusive por Jesus, em Mateus capitulo 2:5,6, Mateus 10:35,36 e por Jeremias, quando ele pregava sobre a destruição de Jerusalém.

Na primeira parte do estudo do Livro de Miquéias vimos que esse Livro possui três sermões, divido em sete capítulos.

primeiro sermão registrados nos capítulos um e dois é uma pregação para todos os povos.

segundo sermão de Miquéias que começa no capitulo 3 e termina no versículo 15 do capitulo 5 é dirigido ao povo de Deus.

Miquéias pregou tanto na capital do Reino do Norte, Samaria como na capital do Reino do Sul, Jerusalém.

O sermão de Miquéias dirigido ao povo de Deus foi dirigido também as autoridades governamentais, Miquéias tinha consciência que o governo vem de Deus, Deus quer que Seu povo viva em paz.

Para que isso aconteça e o povo viva bem, a forma de governo deve ser de acordo com o plano de Deus.

Níveis de Governo

Miquéias acreditava que um governo orientado por Deus deveria existir em três níveis.

O primeiro nível, o espiritual, estava sobre a responsabilidade dos sacerdotes que deveria ensinar as verdades espirituais a sociedade e servirem de exemplo

O segundo nível, o nível moral de governo era de responsabilidade dos profetas, que deveriam exortar o povo a obedecer os ensinamentos da Palavra de Deus.

E ainda havia um nível civil de governo, que era de responsabilidade das autoridades civis, que devia aplicar as leis de Deus baseadas na Sua Palavra.

Miquéias acusou de corrupção os lideres do povo nos três níveis de governo, e sua mensagem foi dirigida a estes três níveis.

Essa mensagem de Miquéias aos lideres do governo é uma preparação para uma grande profecia Messiânica.

Podemos dizer que o terceiro sermão de Miquéias foi um sermão positivo.

Todos os profetas que profetizaram os cativeiros assírios e babilônicos e a destruição e tristeza que se seguiam terminavam suas profecias com um tom positivo.

A Solução de Deus

Depois de enfatizar a falência dos governos de Israel e de Judá, Miquéias, através de uma profecia messiânica, pregou uma mensagem de esperança para o povo de Deus e para todas as nações do mundo.

Ele previu a vinda de Cristo: “Ele se estabelecerá e os pastoreará na força do Senhor, na majestade do nome do Senhor, o seu Deus.

E eles viverão em segurança, pois a grandeza dele alcançará os confins da terra. Ele será a sua paz.” (5:4–5)

Onde o governo humano falhou em Jerusalém e em Samaria, a autoridade máxima de Cristo não falhará e Ele trará a paz verdadeira para Seu povo.

Ele será o exemplo perfeito de Profeta, Sacerdote e Rei.

No final do segundo sermão no Livro de Miquéias, ele  apresentou Cristo como o Governante Perfeito. “Ele liderará um novo reino que jamais verá morte nem corrupção.”

É por causa dessa palavra profética que os discípulos questionavam Jesus sobre quando Ele instituiria o seu reino perfeito e eterno (Atos 1:6)

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Últimos Artigos

Os Padrões de Paulo

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

A Pregação de Paulo

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Os Padrões do Pentecoste Plantam a Igreja

segunda-feira, 27 de julho de 2020

O Pentecoste Pessoal de Paulo

segunda-feira, 20 de julho de 2020