Encontro Com a Palavra

O Evangelho ao Contrário

Pr. Dick Woodward      quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

No primeiro capítulo de Gálatas observamos que o tema é o Evangelho de Jesus; no capítulo dois temos a definição de “Evangelho ao Contrário”.

Nessa ocasião Paulo havia confrontado Pedro.

A questão é que muitos dos que se convertiam eram judeus praticantes antes de se tornarem discípulos de Jesus, e procuravam manter seus costumes após a conversão.

O primeiro concílio da igreja cristã aconteceu em Jerusalém para resolver essa questão.

Nesse Concílio ficou decidido que, com tanto que eles não confiassem nas suas tradições judaicas para serem salvos, não havia nada de errado em que os judeus, discípulos de Jesus mantivessem os costumes judaicos.

Ao mesmo tempo, também ficou decidido que os discípulos gentios não precisariam adotar os costumes judaicos.

Os discípulos judeus foram claramente instruídos a não colocarem esse peso sobre os gentios convertidos.

Mas depois desse concílio em Jerusalém, a questão ainda continuou controversa.

A igreja de Antioquia, por exemplo, tinha judeus e gentios convertidos e os dois grupos viviam em comunidade e faziam suas refeições em comum.

Muitas dessas questões controversas tinham a ver com os hábitos alimentares.

É provável que houvesse dois tipos de mesa; uma delas obedecia aos costumes judeus e a outra aos costumes gentios.

Quando o apóstolo Pedro visitou a igreja de Antioquia todos ficaram observando para ver em qual das mesas Paulo se sentaria.

Ele sentou-se na mesa com os gentios e comeu comida não-judia.

Pedro ficou tão impressionado que acabou se sentando com Paulo nessa mesma mesa e parece que fez isso por algum tempo.

Certa ocasião, alguns irmãos que obedeciam à lei judaica apareceram no lugar onde eles tomavam as refeições.

Quando Pedro viu que os discípulos legalistas estavam à porta, se levantou da mesa dos gentios e foi para a mesa dos judeus.

Barnabé, que também estava sentado à mesa com Pedro e Paulo, levantou-se e seguiu o exemplo de Pedro.

Nesse momento Paulo viu quem estava à porta e ficou furioso!

Em Gálatas 2:11 está relatado o que aconteceu: “Quando, porém, Pedro veio a Antioquia, enfrentei-o face a face, por sua atitude condenável.

O texto original sugere que por um triz os dois não brigaram.

Foi nesse contexto que Paulo fez a seguinte declaração: “...  Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim.

A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.” (Gálatas 2:20)

Basicamente Paulo disse o seguinte: “de acordo com o Evangelho, Jesus morreu para que vocês vivam”.

Esse é o Evangelho ao contrário: “você precisa morrer para que Cristo viva”.

Paulo não estava falando de morte física; ele usa o verbo “viver” três vezes nesse versículo.

Falando desse conceito de viver Paulo apresenta três razões para isso. A primeira razão é “viver pela fé”.

Se eu vivo pela fé em Cristo, posso ter uma vida abundante neste mundo e não viver tentando conquistar meu lugar no céu obedecendo a leis e regras.

A segunda razão é: “eu vivo porque Cristo vive em mim”.

Paulo queria saber dos discípulos de Jesus, qual seria a resposta à seguinte pergunta: “Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?” (I Corintios 6:19)

Este ensino de Paulo é poderoso: “Cristo em vós, a esperança da glória”.

Finalmente, Paulo também disse a Pedro e aos crentes de Antioquia, aos gálatas e a nós: “eu vivo porque estou crucificado com Cristo”.

Cristo morreu para que pudéssemos viver; por isso, devemos “morrer” para que Cristo viva através de nós.

Este ensino coincide com o de Romanos: “Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo”. (Romanos 12:1)

  • Será que você vive pela fé?
  • Você vive porque Cristo vive em você?
  • Você vive porque está crucificado com Cristo?
  • Você está vivendo porque Cristo morreu para que você viva?
  • Você morreu para você mesmo, para que Cristo viva?
  • Você vive este Evangelho ao contrário?

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

A Tarefa do Ministro

segunda-feira, 2 de novembro de 2020