Encontro Com a Palavra

O Evangelho de João Parte 2

Pr. Dick Woodward      domingo, 6 de agosto de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

A última chave que desvenda o código da linguagem de sinais de João consiste em ler o seu Evangelho orando: “Pai, quero ver Jesus”.

Se você fizer isso, descobrirá que o Evangelho de João é como uma “galeria de arte espiritual”.

Cada capítulo representa uma sala dessa galeria e em cada versículo encontramos lindos retratos de Jesus Cristo pendurados nas suas paredes.

O apóstolo do amor exibe esses retratos inspirados de Jesus Cristo em cada um dos capítulos do seu Evangelho.

No ultimo estudo pedi à você que selecionasse um retrato de Jesus para cada um dos capítulos.

Agora memorize os títulos dos vinte e um retratos, e à noite, quando você for dormir, durma adorando ao Senhor e meditando sobre esses retratos de Cristo.

Para cada um desses retratos, eu escolhi um título e o imaginei numa plaquinha de bronze.

Para os capítulos de um a sete, fiz a seguinte seleção: O Cordeiro de Deus; O Que Transformou a Água em Vinho; O Salvador de Deus; A Água Viva; A Chave Para as Escrituras; O Pão da Vida; O Mestre Vindo de Deus.

Dos capítulos oito a quatorze, os títulos são: A Luz do Mundo; O Grande Pastor de Ovelhas; A Ressurreição e a Vida; A Semente que Cai na Terra e Morre Para Glorificar o Pai; O Servo Que Lava os Pés dos seus conservos e O Caminho, a Verdade e a Vida.

Dos capítulos quinze a vinte e um, os títulos são: A Videira em Busca dos Ramos; O Emissário do Espírito Santo; O Sumo Sacerdote Intercessor; A Testemunha Perfeita; O Cristo Crucificado; O Cristo Ressurreto; A Comissão de Cristo.

Estes são os retratos de Cristo que selecionei nos vinte e um capítulos do Evangelho de João.

Os líderes da minha primeira igreja fizeram uma placa de bronze com o pedido dos gregos à Felipe e a cimentaram dentro do púlpito, de forma que toda vez que eu pisava no púlpito para pregar, lia: “Senhor, queremos ver Jesus”.

Era uma forma da igreja dizer ao pastor: “queremos ver Jesus cada vez que a Palavra de Deus for pregada neste púlpito”.

Visão Panorâmica do Evangelho de João

Os pregadores, quando estão sendo treinados na preparação de um sermão aprendem a observar três pontos principais: eles devem dizer a seus ouvintes sobre o que vão falar, falar e depois repetir o que falaram!

Quando João escreveu o seu Evangelho dedicou os primeiros dezoito versículos do capítulo um, a uma espécie de prólogo no qual anuncia o que vai falar.

Depois, dos versículos dezenove do capítulo um, até o versículo vinte e nove do capítulo vinte, ele fala.

Finalmente, nos versículos trinta e trinta e um deste capítulo ele sintetiza o que falou.

Quando ele diz sobre o que vai falar, entre outras verdades afirma que quando a Palavra Viva de Deus se tornou carne e viveu entre nós, aqueles que O receberam e creram n’Ele nasceram de novo.

Eles experimentaram um nascimento que não era físico ou natural. Nasceram de Deus.

Depois de falar sobre o que propôs, ele passa a dar exemplos do que escreveu, referentes àqueles que responderam a Jesus e nasceram do alto.

Capítulo após capítulo, ele acrescenta exemplos de como pessoas nasceram de novo quando responderam positivamente à palavra de Jesus Cristo.

Ele começa contando como alguns dos apóstolos conheceram o seu Senhor e Salvador.

Eles perguntaram para Jesus onde Ele vivia e como resposta Jesus os convidou a ir com ele e ver.

A decisão de ir e ver como Jesus vivia, os levou a viver para Ele e morrer por Ele; e eles experimentaram o que significa nascer de Deus quando se vive com Jesus.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

O Evangelho Absoluto

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020