Encontro Com a Palavra

O Livro de Rute

Pr. Dick Woodward      segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Depois de estudar o Livro de Josué e de Juízes, continuaremos o estudo dos livros históricos do Velho Testamento com o Livro de Rute.

Esse livro é uma linda história de amor que aconteceu “nos dias em que julgavam os juizes”. Essa história de amor simboliza a nossa redenção e o nosso relacionamento com o Senhor Jesus Cristo.

Tanto o Velho como o Novo Testamento afirmam que nós temos um compromisso firmado com o Senhor. Jesus é o Noivo e nós, a Igreja, somos Sua “Noiva”.

O Livro de Rute retrata esse relacionamento numa história de redenção:

“Nos dias em que julgavam os juizes, houve fome na terra; e um homem de Belém de Judá saiu a habitar na terra de Moabe, com sua mulher e seus dois filhos. Este homem se chamava Elimeleque, e sua mulher, Noemi; os filhos se chamavam Malom e Quiliom, efrateus, de Belém de Judá; vieram à terra de Moabe e ficaram ali. Morreu Elimeleque, marido de Noemi; e ficou ela com seus dois filhos, os quais casaram com mulheres moabitas; era o nome de uma Órfa, e o nome da outra Rute; e ficaram ali quase dez anos. Morreram também ambos, Malon e Quiliom, ficando, assim, a mulher desamparada de seus dois filhos e de seu marido” (Rute 1:1-5).

Elimeleque, Noemi e seus dois filhos foram para um país distante onde passaram por tempos muitos difíceis. A terra de Moabe possui uma conotação negativa para os judeus; ela representa o país para onde foi o filho pródigo.

A história dessa família segue o mesmo padrão da história do filho pródigo. Enquanto essa família pródiga estava na terra de Moabe, Elimeleque e seus dois filhos morreram.

Noemi foi a única sobrevivente de uma família que tinha ido para Moabe, para escapar da fome em Belém de Judá.

Em Noemi percebemos alguns padrões da história dos pródigos. Enquanto esteve em Moabe, as circunstâncias lhe foram desfavoráveis; seus dois filhos se casaram com mulheres moabitas, o que, de acordo com seus costumes, era proibido fazer.

Ela tinha ido para Moabe com o marido e dois filhos e agora, não tinha marido nem filhos, mas tinha duas noras moabitas. A história continua: “Então se dispôs ela com as suas noras e voltou da terra de Moabe, porquanto, nesta, ouviu que o Senhor se lembrara do seu povo, dando-lhe pão” (Rute 1:6).

Isso quase sempre acontece com um pródigo; estando num país distante, ouve boas notícias da casa do pai. “Saiu, pois, ela com suas duas noras do lugar onde estivera; e, indo elas caminhando, de volta para a terra de Judá,...” (Rute 1:7).

Esse foi o retorno da filha pródiga. Porém antes de voltar, Noemi disse para suas duas noras: “Ide, voltai cada uma à casa de sua mãe; e o Senhor use convosco de benevolência, como vós usastes com os que morreram e comigo. O Senhor vos dê que sejais felizes, cada uma em casa de seu marido. E beijou-as. Elas, porém, choraram em alta voz e lhe disseram: Não! Iremos contigo ao teu povo. Porém Noemi disse: Voltai, minhas filhas! Por que iríeis comigo? Tenho eu ainda no ventre filhos, para que vos sejam maridos? Tornai, filhas minhas! Ide-vos embora, porque sou velha demais para ter marido. Ainda quando eu dissesse: tenho esperança ou ainda que esta noite tivesse marido e houvesse filhos, esperá-los- íeis até que viessem a ser grandes?” (vs. 8-13).

Orfa, uma das noras de Noemi, beijou-a despedindo-se, mas Rute ficou com ela. Noemi insistiu com Rute: “Eis que tua cunhada voltou ao seu povo e aos seus deuses; também tu, volta após a tua cunhada”. Neste momento Rute se tornou a personagem central deste livro que recebeu o seu nome: “Não me instes para que te deixe, e me obrigue a não te seguir; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; faça-me o Senhor o que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti” (vs. 16,17).

Rute deu um exemplo de lealdade quando assumiu esse compromisso com Noemi.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

O Evangelho Absoluto

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020