Encontro Com a Palavra

O Manifesto do Messias

Pr. Dick Woodward      quarta-feira, 26 de julho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Certa feita Jesus estava curando e ensinando numa casa em Cafarnaum.

Os líderes religiosos, chamados de “doutores da Lei”, tinham viajado por todo o território de Israel, de Jerusalém até a Galiléia, para investigar o milagre incontestável que Jesus operou quando curou um leproso.

Esse foi o cenário no qual Jesus provou o Seu Manifesto, que já tinha sido anunciado em Nazaré.

Nesse mesmo contexto, Ele operou outro milagre, provando que “o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados” (Lucas 5:17-26)

Enquanto Jesus estava ensinando, quatro homens fizeram um buraco no telhado da casa e baixaram um amigo paralítico sobre uma maca e o colocaram diante de Jesus.

O Senhor Jesus não costumava ser interrompido, mas usava determinadas situações e oportunidades para provar Seu Manifesto.

Ele disse: “Homem, estão perdoados os teus pecados”. Diante dessa afirmação, aqueles ilustres líderes religiosos ficaram contrariados e perguntaram: “Quem pode perdoar pecados, senão Deus?”.

Jesus respondeu com uma pergunta: “Que é mais fácil dizer: ‘Os seus pecados estão perdoados’, ou: ‘Levante-se e ande’?

Mas, para que vocês saibam que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados" — disse ao paralítico — "eu lhe digo: levante-se, pegue a sua maca e vá para casa".

Imediatamente ele se levantou na frente deles, pegou a maca em que estivera deitado e foi para casa louvando a Deus.” (5:23-25)

Quando Jesus disse ao homem que seus pecados estavam perdoados, os ilustres visitantes devem ter pensado: “Só porque você falou!”.

Jesus havia concordado com aqueles teólogos que só Deus perdoa pecados.

Através desse milagre Ele provou que era Deus, e que tinha na terra a mesma autoridade que Deus tem no céu para perdoar pecados.

Com isso Ele provou que tinha poder e autoridade para implementar o Seu Manifesto.

O Manifesto do Nazareno foi Cumprido

Jesus proclamou que o Espírito de Deus O tinha ungido para um propósito. “O Espírito de Deus está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres”.

Nesta passagem Jesus não estava se referindo aos economicamente pobres, mas aos espiritualmente pobres, que nunca tinham ouvido as Boas Novas de salvação.

Eram pessoas pobres e espiritualmente cegas, cativas, e quebrantadas.

Os pobres e cegos eram aqueles que não sabiam distinguir a mão direita da esquerda; que estavam aflitos e exaustos como ovelhas sem pastor (Mateus 9:36)

A missão de Jesus era pregar o Evangelho para que os cegos enxergassem.

Os seus ensinamentos nos sermões, nas parábolas, nas conversas e atitudes visavam trazer visão para os espiritualmente cegos.

Jesus também dirigiu as mensagens de Boas Novas para aqueles que eram cativos.

Ele foi enviado para “proclamar liberdade aos cativos” (Lucas 4:18)

Quando lemos os Evangelhos vemos que Jesus, ao encontrar-se com algum cativo não podia deixar de libertá- lo.

Esse fenômeno foi manifestado no caso de uma mulher que por dezoito anos era cativa de Satanás e foi liberta por Jesus (Lucas 13:16)

Jesus também comparou as dificuldades que enfrentamos, com tempestades que vêm sobre nossas vidas.

Quando essas tempestades nos assolam, alguns cambaleiam, outros sucumbem totalmente.

Quando Isaías e Jesus falam dos oprimidos, referem-se a essas pessoas que sucumbem diante das tempestades da vida.

A compaixão de Jesus pelos feridos e quebrantados é uma das marcas do Seu ministério e da Sua vida.

Como médico solidário Lucas enfatiza a consciência social e a solidariedade de Jesus pelos feridos e quebrantados deste mundo.

  • Você é espiritualmente cego e sente-se perdido, sem saber que rumo tomar?
  • Você se sente livre para fazer aquilo que quer fazer ou o que tem de fazer, ou você é escravo de um hábito do qual não consegue se livrar?
  • Você está ferido e quebrantado e não consegue encontrar a cura para seu estado emocional?

Se suas respostas para todas estas perguntas forem sim, a biografia que Lucas fez de Jesus vai mostrar a você e a mim, que somos exatamente o tipo de pessoas para quem Jesus veio a este mundo.

Ele veio para dar vista aos cegos, libertar os cativos e curar os quebrantados.

Decida-se a confiar e receber Cristo como Ele é descrito no Evangelho de Lucas.

Comprometa-se a seguí-lo como Seu discípulo e Ele o fará pleno em todas as áreas de sua vida.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Últimos Artigos

A Essência do Movimento Carismático

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

A Função da Unção

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Tudo Para Todos

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

O Manual do Casamento

segunda-feira, 5 de outubro de 2020