Encontro Com a Palavra

O Nascimento da Humanidade

Pr. Dick Woodward      domingo, 8 de janeiro de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Agora que já discorremos sobre a origem do universo, vamos deixar o estudo um pouco mais pessoal e observar o que o Livro de Gênesis tem para nos falar sobre a origem do homem.

Lembre-se de que esse livro fala de como eram as coisas para que possamos compreender como elas são hoje; quando falamos sobre o princípio da humanidade, falamos sobre nós mesmos.

O que o Livro de Gênesis tem a dizer quanto ao propósito de Deus na criação do homem?

Comecemos lendo o relato da existência do homem e da mulher.

Então disse Deus: "Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais grandes de toda a terra e sobre todos os pequenos animais que se movem rente ao chão".
Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
Deus os abençoou, e lhes disse: "Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra...  Gênesis 1:26-28

Então o Senhor Deus declarou: "Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda".
Então o Senhor Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este dormia, tirou-lhe uma das costelas, fechando o lugar com carne.
Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher e a trouxe a ele.
Disse então o homem: "Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque do homem foi tirada".
Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne... Gênesis 2:18; 21-25

 À Imagem de Deus

A primeira coisa que chama nossa atenção nesse texto é que o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus. Estamos familiarizados com essas palavras, mas, o que elas realmente significam?

Deus é um Espírito, não possui um corpo; portanto, essa semelhança não se refere à nossa aparência física, mas sim à condição que temos de sermos espirituais. Essa é a nossa semelhança com Deus.

Mas, conforme se lê no capítulo três de Gênesis, essa semelhança com Deus foi prejudicada quando Adão e Eva pecaram.

A partir daquele momento, a questão fundamental abordada nas

Escrituras, passou a ser a “recriação” da imagem de Deus no interior do homem.

Os capítulos um e dois de Gênesis mostram a condição do homem quando foi criado e como deveria continuar sendo.

A partir do capítulo três, o livro mostra o homem como ele passou a ser.

 Macho e Fêmea

Outra observação importante em relação à criação do homem é que Deus os criou macho e fêmea. Esse foi o primeiro caso de cirurgia com anestesia. Deus foi o primeiro anestesista do mundo.

Ele provocou um sono profundo em Adão, tomou uma de suas costelas, e, a partir dela fez a mulher.

O simbolismo disso é muito bonito. Deus não fez a mulher da cabeça do homem para que ela não governasse sobre ele e também não a fez dos seus pés para que ela

não lhe fosse uma serviçal.

Deus tomou a mulher do lado do homem, para que ela ficasse perto do coração dele.

Por que Deus criou a mulher?

A melhor tradução para a palavra hebraica que foi traduzida por “só” seria “incompleto” e para “auxiliadora”, “complemento” ou “que completa”. Na gramática hebraica, descobrimos que quando Deus uniu o homem à mulher no que chamamos de “santo matrimonio” ou união sexual, homem e mulher uniram-se numa só carne formando um homem inteiro, completo.

É importante observar que quando Deus uniu o homem e a mulher, estabeleceu a instituição mais importante sobre a face da terra, que é a família ou o lar.

O plano de Deus ao criar macho e fêmea era pegar essas duas pessoas, uni-las numa parceria para que elas se tornassem pais de outros indivíduos que por sua vez também se uniriam a outros e se tornariam pais de outros. Essa é a lei que tem dado origem, desenvolvido e dirigido a família humana.

Essa parceria entre homem e mulher é uma parte muito importante na lei básica da vida. Foi para isso que Deus os criou macho e fêmea.

Imagine um triângulo com Deus no topo, o homem no canto esquerdo e a mulher no direito. Se o homem e a mulher estão ligados a Deus, os dois caminhando juntos ficam mais próximos um do outro à medida que se aproximam de Deus.

Quando estudamos sobre o casamento no Livro de Gênesis descobrimos que existem dois aspectos que marcam a exclusividade desse relacionamento.

Por causa do casamento, um homem deixa seu pai e sua mãe. Ele deixa essa família com quem passou cerca de vinte anos ou mais e passa a viver exclusivamente com sua mulher, pelo resto da vida; a mulher, da mesma forma deve assumir um compromisso exclusivo com seu marido.

Esse é o padrão de Deus para o casamento.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do pastor Edson Bruno, ouça e descubra verdades que lhe ajudarão no seu dia a dia.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Últimos Artigos

Os Padrões de Paulo

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

A Pregação de Paulo

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Os Padrões do Pentecoste Plantam a Igreja

segunda-feira, 27 de julho de 2020

O Pentecoste Pessoal de Paulo

segunda-feira, 20 de julho de 2020