Encontro Com a Palavra

O Reino de Deus (Parte 2)

Pr. Dick Woodward      sábado, 4 de março de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Na História do Velho Testamento o Reino de Deus era histórico e geograficamente localizado e Deus reinava sobre ele. Ele reinava sobre um povo específico num lugar específico, num período específico da história.

O povo, entretanto, rejeitou a Deus como seu rei e pediu para ter reis humanos, o que lhe foi concedido e o resultado disso foi uma tragédia!

Lembro-me de uma senhora que nunca havia lido a Bíblia. Ela era uma pessoa sofisticada e de boa educação. Certa vez ela fez o seguinte comentário sobre as Escrituras: “nunca li uma história tão terrível como essa. Se não fosse pelo Espírito Santo, eu não conseguiria ler a história dos hebreus e os livros históricos da Bíblia até o fim. Que história triste!”.

De fato essa é uma história muito triste. Mas Deus não foi o responsável por tudo o que lemos nos livros históricos; os reis o foram, pois a maioria deles foi mal, e também o povo teve sua parcela de responsabilidade, quando exigiu reis e os escolheu.

Lembre-se sempre disso quando estiver lendo os Livros Históricos Literários do Reino.

O Reino de Deus no Novo Testamento

Os Livros Literários do Reino no Velho Testamento retratam um contexto que nos ajuda a entender o conceito de Reino de Deus no Novo Testamento.

Depois que os judeus voltaram para o seu território a fim de reconstruir o Templo e a cidade, houve um período de silêncio de quatrocentos anos, posterior à morte de Nehemias e do profeta Malaquias.

Depois disso Deus não deu mais nenhuma revelação especial até o período do Novo Testamento.

Nesse período os judeus tinham sido novamente dominados, dessa vez pelo Império Romano.

Este capítulo da história dos hebreus começou, quando João Batista e Jesus Cristo, o Messias, quebraram o silêncio de quatrocentos anos, pregando a mensagem de Boas Novas do reino de Deus.

Em sua mensagem Jesus anunciava que não estava pregando sobre um reino organizado geográfico e politico, porque isso o povo tinha rejeitado há muito tempo.

O que Jesus queria que o povo soubesse era que Deus desejava ser novamente o Rei, mas desta vez o Rei de cada um individualmente. Desta vez o Reino de Deus estaria dentro de cada pessoa (Lucas 17:20-21).

Você tem noção do que isso significa?

Qualquer homem, mulher, menino ou menina que se entregar a Deus e pedir para Ele hastear Sua bandeira em seu coração, confessando: “eu quero que o Senhor seja o meu Rei”, entrará no Reino de Deus!

Jesus conversou com um rabino chamado Nicodemos e lhe falou que se ele não nascesse de novo, não poderia ver o Reino de Deus.

De acordo com Jesus, somente aqueles nascidos de novo podem ter olhos para ver que Deus quer ser o Seu Rei, (João 3:3- 5 e 1 Corintios 12:3), e depois de verem o reino, podem entrar nele.

Temos ouvido falar muito sobre nascer de novo; mas o assunto principal não é o novo nascimento, e sim o Reino de Deus. O novo nascimento não é o objetivo final, o objetivo final é o Reino de Deus.

Você se lembra do sistema de valores transmitido por Jesus no Sermão da Montanha?

De acordo com Jesus, a coisa mais importante na nossa vida é buscar o Reino de Deus em primeiro lugar: “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33).

Se você tiver base de como é gasto seu tempo, seu dinheiro e sua energia, você pode dizer quais são suas prioridades. O propósito do novo nascimento é nos levar para o Reino de Deus, para que o próprio Deus reine sobre nossas vidas.

Imagine um alvo circundado por um círculo vermelho e dez círculos ao seu redor. Você é o círculo central e todas as suas prioridades estão definidas nos círculos ao redor deste centro.

Precisamos reconhecer Jesus como o centro, como o nosso Rei e servi-lO; aí então nossas prioridades refletirão o que Jesus nos ensinou:

“Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu…o pão nosso de cada dia dá-nos hoje” (Mateus 6:9-11). Só então oramos: “dá-nos”.

Temos a liberdade de escolher viver do nosso jeito, como fizeram os israelitas. Mas devemos estar preparados para saborear o banquete de conseqüências amargas resultante de estarmos no centro das nossas prioridades. Devemos ter isso em mente quando estudamos o reino de Deus nos livros histórico-literários do reino.

Se você entender bem o conceito de reino no Velho Testamento, terá a revelação do conceito do Reino no Novo Testamento!

Lembre-se de que o propósito do novo nascimento é ver e entrar no Reino de Deus.

  • Você já o vislumbrou?
  • Você já entrou no Reino de Deus?
  • Você já nasceu de novo?
Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

O Evangelho Absoluto

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020