Encontro Com a Palavra

Porque o Povo de Deus Sofre | Parte 2

Pr. Dick Woodward      segunda-feira, 3 de abril de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

No ultimo episodio iniciamos um estudo que chamamos de: as trinta razões Bíblicas para o sofrimento do povo de Deus.

Este estudo é como um apêndice do Livro de Jó, e o objetivo é compartilhar com vocês outras razões Bíblicas para explicar o porquê do sofrimento do povo de Deus

Razões Bíblicas Para o Sofrimento

7. O sofrimento freqüentemente nos leva a experiência de alegria

O versículo 5, do Salmo 126, diz: “Os que com lágrimas semeiam com jubilo ceifarão”.

As lágrimas que derramamos nos momentos de dificuldades, geralmente, são como “sementes” que um dia frutificarão em frutos de alegria.

Pode ser que a experiência completa de alegria só venha na eternidade.

8. O sofrimento funciona como uma “poda”, mas que parece um “corte”

Jesus ensinou que somos os ramos e Ele é a Videira. Para que produzamos frutos, devemos estar em constante comunhão com Ele, da mesma forma que os ramos ficam ligados à videira.

Devemos, portanto, suportar este processo doloroso de poda para que vivamos uma colheita mais frutífera e feliz (João 15:2; 11).

9. O sofrimento produz “marcos de milagre” em nossa jornada de fé

Quando Davi orou pedindo livramento durante um período de crise (Salmos 3:1-6), ele o fez com fé e confiança porque já tinha provado a fidelidade de Deus antes.

Toda vez que provamos que Deus nos socorre em tempos de crise, conseguimos um tipo de “marco de milagre” que fortalece e inspira nossa fé para crises do presente e do futuro.

10. O sofrimento confirma que somos filhos de Deus

Deus castiga aqueles que realmente são seus filhos (Hebreus 12:4–11; João 1:12,13).

Ele assume a responsabilidade pelos Seus filhos; isto não se aplica àqueles que não O chamam de Pai e Senhor.

Como Deus é nosso Pai, e nós somos Seus filhos, Ele nos disciplina quando pecamos.

11. O castigo nos faz participar da santidade de Deus

O sofrimento do castigo pode nos levar a sermos “participantes da santidade” de Deus (Hebreus 12:10).

Deus é santo e deseja que sejamos santos. Às vezes Ele usa o sofrimento para nos ajudar a compreender a importância da santidade.

12. Nossa insuficiência manifesta a suficiência de Deus

O sofrimento nos enfraquece. Paulo ficou fraco por causa do seu espinho na carne (II Corintios 12:7–10).

Mas quando somos fracos, Deus nos faz fortes. Quando somos incapazes, Ele Se mostra capaz. Deus pode usar nosso sofrimento para nos ensinar onde nossa força termina e onde a força d’Ele começa.

 13. O sofrimento pode ser uma oportunidade para aprendermos a ser humildes

Segundo Paulo, o seu espinho na carne o impediu de se ensoberbecer (II Corinthians 12:7).

Somos tentados a ouvir a elogios e a não dar a gloria devida a Deus, por isso Deus usa o sofrimento para nos manter humildes.

14. O sofrimento faz do jovem um adulto forte

Lemos em Lamentações 3:27: “Bom é para o homem suportar o jugo na mocidade”.

Quando os jovens passam por provações e tribulações acabam desenvolvendo uma força e estabilidade necessárias para enfrentar as dificuldades da fase madura da vida.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Últimos Artigos

Os Padrões de Paulo

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

A Pregação de Paulo

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Os Padrões do Pentecoste Plantam a Igreja

segunda-feira, 27 de julho de 2020

O Pentecoste Pessoal de Paulo

segunda-feira, 20 de julho de 2020