Encontro Com a Palavra

Sabedorias Preciosas do Livro de Eclesiastes

Pr. Dick Woodward      domingo, 23 de abril de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Descobrimos um certo dualismo no Livro de Eclesiastes.

Salomão parece fazer o papel de uma pessoa cética e questionadora, sem revelação da parte de Deus e com um raciocínio totalmente secular, mas em outros momentos ele pensa e fala como um homem espiritual.

Apesar de todas suas dúvidas, Salomão fala de maneira profunda e apresenta uma visão profunda sobre o significado da vida:

Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu: tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou, (Eclesiastes 3:1,2)

Esta passagem nos lembra o Salmo 1 que diz que o homem abençoado “...no devido tempo, dá o seu fruto” (Salmos 1:3).

A obra de Deus na vida de uma pessoa acontece no devido tempo. Salomão também falou sobre o casamento: É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se! E se dois dormirem juntos, vão manter-se aquecidos. Como, porém, manter-se aquecido sozinho? Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade. (Eclesiastes 4:9-12)

Ao criar o casamento, Deus projetou o homem e a mulher para viverem em um só corpo, alma e espírito.

O Seu plano era e é que a união do espírito e da mente fosse expressa através da relação sexual.

Salomão sabia disso e por isso afirmou que “o cordão de três dobras não se rompe com facilidade”.

Dentro do casamento, o sexo é uma forma de comunicação muito importante.

Se o relacionamento sexual não expressar a união da mente e do espírito, o sexo será uma relação puramente animalesca.

No capítulo 9, Salomão descreveu uma cidade que foi salva pelo conselho de um homem: Havia uma pequena cidade, de poucos habitantes. Um rei poderoso veio contra ela, cercou-a com muitos dispositivos de guerra. Ora, naquela cidade vivia um homem pobre mas sábio, e com sua sabedoria ele salvou a cidade. No entanto, ninguém se lembrou daquele pobre. (Eclesiastes 9:14,15)

Salomão considerou o fato de a cidade ter se esquecido deste homem como uma injustiça.

Apesar do homem sábio não ter sido recompensado, a conclusão de Salomão foi que: As palavras dos sábios devem ser ouvidas com mais atenção do que os gritos de quem domina sobre tolos. (V.17)

Para ele, executar uma obra era mais importante do que ganhar a fama pelo trabalho feito.

Ao encerrar este sermão, ele aconselhou os jovens: Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e antes que se aproximem os anos em que você dirá: "Não tenho satisfação neles" (Eclesiastes 12:1)

Ele sabia que a juventude é um tempo abençoado e próspero, mas também sabia que a velhice chegava logo.

Por isso apelou: “Sim, lembre-se dele, antes que se rompa o cordão de prata, ou se quebre a taça de ouro; antes que o cântaro se despedace junto à fonte, a roda se quebre junto ao poço, o pó volte à terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu. (Eclesiastes 12:6,7)

Os jovens devem se lembrar de Deus e viver de maneira digna porque no fim se apresentarão diante de Deus.

No final, a conclusão de Salomão a respeito do significado da vida foi: “gora que já se ouviu tudo, aqui está a conclusão: Tema a Deus e guarde os seus mandamentos, pois isso é o essencial para o homem. (Eclesiastes 12:13)

Encontro com a palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...


Últimos Artigos

Apocalipse Agora

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Enfoque Sua Fé

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Deus em Primeiro Lugar

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Limpe Tudo Antes e Depois!

quarta-feira, 13 de novembro de 2019