Encontro Com a Palavra

Salmos de Davi

Pr. Dick Woodward      sábado, 11 de março de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

A Benção do Perdão

Um dos objetivos desse estudo é mostrar a relação mútua que existe entre os livros da Bíblia, como eles estão relacionados um com o outro, e como todos formam um único livro, a Bíblia.

Por exemplo, depois de estudar os livros históricos, chegaremos aos livros proféticos com conhecimento do contexto histórico no qual os profetas viveram, pregaram, sofreram e morreram.

Os livros históricos por sua vez nos fazem entender um dos maiores livros da Bíblia, os Salmos, principalmente os Salmos de Davi.

O Coração de Davi nos Salmos

Os Salmos de Davi encaixam-se perfeitamente nos capítulos 11 a 18 do II Livro de Samuel. Através desses salmos entendemos a grandeza de Davi e como ele superou a fase da sua vida em que caiu moral e espiritualmente.

Salmo três

Quando Davi fugiu para o deserto para escapar de Absalão, um homem chamado Simei o amaldiçoou (II Samuel 16:5-8) e o general de Davi reagiu dizendo: “Por que amaldiçoaria este cão morto ao rei, meu senhor? Deixa-me passar e lhe tirarei a cabeça” (V.9). Mas Davi respondeu: “Deixa-o; que amaldiçoe, pois o Senhor lhe ordenou” (V.11).

Quando Davi saiu de Jerusalém, escreveu o Salmo três: “Senhor, como tem crescido o número dos meus adversários! São numerosos os que se levantam contra mim. São muitos os que dizem de mim: ‘Não há em Deus salvação para ele’” (Versículos 1-2).

Foi isso que Simei disse quando amaldiçoou Davi e atirou pedras contra ele. Mas Davi mostrou como era temente a Deus dizendo: “Porém tu, Senhor, és o meu escudo, és a minha glória e o que exaltas a minha cabeça. Com a minha voz clamo ao Senhor, e ele do seu santo monte me responde” (Versículos 3-4).

Quando Davi olhava para o seu passado, via os milagres recebidos e as orações respondidas durante toda sua vida. Isso lhe deu confiança e fé em Deus para passar por aquela situação presente e encarar o futuro.

Salmo quatro

O Salmo quatro também se refere a este período da vida de Davi. Neste salmo Davi fala de circunstâncias pelas quais passamos e que nos tiram o sono.

Era assim que Davi se encontrava. Mas no meio da noite ele tomou a decisão no seu coração de “oferecer sacrifícios de justiça e confiar no Senhor” (V.5).

Naturalmente falando Davi não tinha nenhuma motivação para fazer o que era correto. Ao seu redor, as pessoas diziam: “Quem nos dará a conhecer o bem?” (V.6).

Com freqüência estamos rodeados de pessoas que procuram quem faça o que é correto e não o que é conveniente.

Quando essas pessoas nos vêem agir com retidão e pagando um preço por isso, voltam-se para Deus e são abençoadas.

Salmo 23

No Salmo 23:3 Davi afirma: o Senhor “refrigera a alma”. O Senhor nos faz deitar e reconhecer que somos ovelhas e que Ele é o pastor. Mas, acabamos nos levantando outra vez.

Quando, porém, tentamos tomar controle da situação e assumir o papel de pastores, os pastos deixam de ser verdes e secam, e as águas se tornam turbulentas e o cálice se esvazia.

Quando nos esquecemos quem é o pastor e quem é a ovelha, precisamos ser restaurados. Como o Senhor nos restaura?

De acordo com Davi, o Senhor é muito prático: “Guia pelas veredas da justiça” (V.3).

Reavivamento é muito mais do que atender ao convite no culto da igreja, levantar a mão e ir lá na frente; é mais do que uma oração.

Deus restaura a nossa alma à medida que nos guia no caminho da justiça. Depois de um tempo andando nesse caminho nossa alma se torna restaurada.

É isso o que observamos na vida de Davi quando lemos os capítulos 11 a 18 de II Samuel. Davi entregou-se a Deus e se comprometeu a andar no caminho da justiça por amor do Seu nome.

Foi assim que Davi reagiu ao castigo de Deus e a todas as conseqüências do seu pecado, e Deus restaurou a sua alma.

Depois que Davi pecou e teve sua alma restaurada, foi rei por mais dezesseis anos. O tempo em que reinou em Israel foi de quarenta anos. Mas esta restauração só veio depois que ele andou no caminho da justiça e confessou o seu pecado, arrependendo-se e comprometendo-se a seguir o caminho do Senhor.

Você sente a necessidade de confessar algum pecado e se arrepender?

Em outras palavras, você sabe errar com sucesso?

Digo a você com amor e sinceridade que jamais conhecerá a bênção do perdão se não seguir o exemplo de Davi e confessar a Deus o seu pecado.

Lembre-se que confessar significa simplesmente dizer a mesma coisa que Deus diz a respeito do pecado. Leia os seguintes Salmos325155 e 23

Deixe que as palavras de Davi o guiem nessa confissão. Depois, como ele, experimente a bênção da graça e do perdão de Deus.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

Como estão divididos os livros da Bíblia?

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Os Modelos de Ordem Para a Igreja

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

A Cronologia do Retorno de Cristo!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Fatos sobre a volta de Jesus!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021