Encontro Com a Palavra

Vinho Novo em Odres Velhos

Pr. Dick Woodward      quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

Pensamento Cristão

Jesus proferiu a “Parábola do Semeador”, que ensina como devemos abordar e responder ao ensino de Cristo.

Lucas registrou três metáforas que Jesus usou para este propósito.

As duas primeiras parábolas são a respeito de um pedaço de pano novo costurado num pano velho e o vinho novo (não fermentado) colocado em odres velhos.

As parábolas de Jesus eram comuns ao povo daqueles dias. Elas se referiam a costumes do dia-a-dia e eram ilustrações profundas.

Qualquer mulher que costura sabe que jamais podemos costurar um pedaço de pano novo numa roupa velha.

O material novo e forte vai repuxar o pano velho e o buraco será ainda maior.

É provável também que muitos dos ouvintes tinham cometido o erro de derramar vinho novo e não fermentado em odres velhos.

Quando o vinho fermentava, os odres velhos rompiam-se com a pressão e o vinho se perdia.

Confira essas parabolas em: (Lucas 5:36-39)

Aplicações Pessoais

A aplicação do ensino de Jesus, do remendo novo no pano velho e do vinho novo em odre velho, é polêmica.

Podemos considerar que os novos convertidos são os “odres novos” onde será despejado o “vinho novo”. (II Coríntios 5:17)

Somente pessoas convertidas podem compreender, aceitar e aplicar os ensinos de Jesus.

Essa parece ser a aplicação desta metáfora.

Se não permitirmos que o ensino de Cristo interfira em nossa vontade, nossas mentes vão acabar explodindo!

É por isso que Jesus diz para não sermos “esquizofrênicos espirituais” que tentam servir a dois mestres. (Mateus 6:24)

Se a nossa resposta aos ensinos de Jesus não for um comprometimento obediente, mas for uma profissão de fé apática e morna, iremos acabar doentes e causando náuseas em Cristo, conforme está escrito em: (Apocalipse 3:15-16)

Jesus usou a terceira metáfora para comentar a maneira como os líderes religiosos rejeitaram Seu ensino e a pregação de João Batista. (Lucas 7:31-35)

Foram como crianças que brincavam de “casamento” e de “velório” na praça, porque tinham visto essas cerimônias e pediam que os mercadores, sempre tão ocupados, parassem seus afazeres e brincassem com elas.

Nessas metáforas Jesus estava dizendo que os escribas e os fariseus eram como aquelas crianças, pedindo que Ele brincasse de “velório” porque Ele apresentou o homem abençoado e feliz.

Eles também pediram que João Batista brincasse de “casamento” por causa da sua postura séria porque tinha uma vida espiritual disciplinada e pregava o arrependimento.

Com esse ensino Jesus ensinou que nem Ele nem João não vieram para brincar e não tinham que se adaptar ao ensino daqueles líderes, mas vieram para revolucionar o ensino religioso estabelecido.

Agora que você já foi exposto ao ensino de Jesus, o que você vai fazer em relação aos objetivos da missão do Cristo ressurreto, que vive em você?

O ensino de Jesus pretende revolucionar sua mente, sua vida e seus valores.

Lembre se, Jesus nos advertiu que se não fizermos nada a respeito do Seu ensino, nossa “visão espiritual dupla” vai explodir nossas mentes.

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Cadastre-se gratuitamente nos cursos do Ecncontro Com a Palavra

 

Clique no link abaixo e faça seu cadastro agora mesmo!

Últimos Artigos

O Evangelho Absoluto

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

A Graça de Dar

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

A Transcendência do Ministro

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A Transparência do Ministro

segunda-feira, 9 de novembro de 2020