Encontro Com a Palavra

Visão Panorâmica do Evangelho de Lucas

Pr. Dick Woodward      terça-feira, 25 de julho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

O autor do Evangelho de Lucas não era judeu nem um dos doze apóstolos de Jesus. Ele era grego e escreveu seu Evangelho para outro homem grego.

Estudiosos acreditam que Lucas, na pesquisa para escrever este evangelho, tenha usado informações da mãe de Jesus, de Tiago, Seu irmão e de outras testemunhas.

Paulo se referiu a Lucas como seu “amado médico” e companheiro de viagem.

É muito provável que Lucas tenha viajado com Paulo para tratar das conseqüências físicas do “espinho na carne” de que sofria o apóstolo (II Coríntios 12:7)

Paulo referiu-se a Lucas três vezes em suas cartas: em Colossensses 4:14II Timóteo 4:11 e Filemon 1:24.

Além de autor deste Evangelho, Lucas é também o autor do Livro de Atos, ambos escritos a Teófilo, cujo nome significa “aquele que ama a Deus”.

Por isso, alguns estudiosos afirmam que esses dois livros foram endereçados a todos aqueles que amam a Deus; enquanto outros acreditam que Teófilo tenha sido de fato um conhecido de Lucas.

Lucas era um homem com excelente formação, e se fosse nosso contemporâneo, poderia ser considerado um cientista da atualidade.

Ele usou mais termos médicos do que Hipócrates, o “pai da medicina moderna” e demonstrou dominar a gramática grega melhor do que todos os outros autores do Novo Testamento, inclusive Paulo.

Foi um autor talentoso e um historiador minucioso.

Quando Lucas relata as viagens missionárias de Paulo, ora o faz usando o pronome “eles”, ora usa o pronome “nós”, o que faz crer que ele tenha acompanhado Paulo em suas viagens missionárias.

Paulo afirma na carta aos coríntios que Deus não chama para salvação aqueles que o mundo considera sábios (I Coríntios 1:26- 29)

Entretanto ele e Lucas foram exceção a essa regra, o que pode explicar o estreito relacionamento entre os dois.

Lucas relatou vinte milagres de Jesus, dos quais, seis estão registrados apenas no seu Evangelho; das vinte e três parábolas que registrou, dezoito também se encontram apenas no seu Evangelho.

O Evangelho de Lucas é o preferido de muitas pessoas porque nele Cristo é descrito como o ser humano solidário, que se identificava e se importava com o homem.

Na condição de médico, Lucas tinha uma consciência social muito forte e descreveu Jesus Cristo como tendo também essa característica.

Sempre enfatizando o lado humano, Lucas conta que Marta ficou contrariada por Maria não a ter ajudado nos preparativos do jantar servido para Jesus (Lucas 10:38- 42)

Sob uma ótica precisa e com a sensibilidade de médico, Lucas foi o único dos quatro evangelistas que registrou com detalhe, o episódio em que Pedro nega Jesus, dizendo que os olhos de ambos se encontraram exatamente no momento em que o galo cantou, após Pedro ter negado Jesus pela terceira vez (Lucas 22:60-61)

Em todo o Evangelho de Lucas vemos o toque humano de Jesus.

Fazendo-se um levantamento de tudo o que ele fala sobre Jesus, obtemos um retrato exato do Senhor: o Filho de Deus e o Filho do Homem, como Ele realmente era e é.

A mensagem do terceiro Evangelho se refere ao lado humano do Deus-Homem.

A ênfase é que este Homem, que era Deus, se identificou com a nossa humanidade.

Como historiador exigente e excelente escritor, Lucas fez um relato preciso para o amigo Teófilo, de quem estou convencido que era uma pessoa importante, que amava a Deus e era amado por Lucas (Lucas 1:3)

Na introdução do único livro histórico do Novo Testamento, ele descreveu o terceiro Evangelho como um relato de “todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar até o dia em que foi elevado às alturas” (Atos 1:1-2)

Dos autores dos Evangelhos este historiador inspirado foi o que forneceu mais detalhes da vida de Jesus Cristo, desde o Seu nascimento até o início do Seu ministério aos trinta anos.

Os primeiros dois capítulos dedicam cento e trinta e dois versículos que quebram um silêncio existente nos outros Evangelhos.

O Evangelho de Lucas é um relato histórico e preciso de tudo o que Jesus fez e ensinou, desde o Seu nascimento até Sua ascensão.

Muitos estudiosos são unânimes em afirmar que o versículo chave deste Evangelho é: “Pois o Filho do Homem veio buscar e salvar o que estava perdido” (Lucas 19:10)

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Comentários

Siga-nos nas Redes Sociais e fique por dentro de todas as novidades...

Últimos Artigos

A Essência do Movimento Carismático

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

A Função da Unção

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Tudo Para Todos

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

O Manual do Casamento

segunda-feira, 5 de outubro de 2020